Cachorro com diarreia: o que pode ser e como tratar

Cachorro com diarreia: o que pode ser e como tratar

Saiba como cuidar do seu cachorro com diarreia e como evitar esse desconforto no seu pet nessa leitura que preparamos!

Por mais que muitas pessoas não saibam, cachorro com diarreia é mais comum do que parece e como o ditado diz, dor de barriga não dá uma vez só; e por isso a importância de saber o que pode deixar seu cachorro com diarreia e como lidar em uma situação desse tipo.

Desta forma, devemos ressaltar que diarreia não é uma doença e sim uma condição que pode decorrer de diversas doenças ou situações que o animal venha a passar e essa condição representa, na realidade, uma disfunção no processo normal de defecação.

Para entender como agir nessa condição, conhecer possíveis causas e tratamentos, preparamos esse blog como um guia para você, tutor, não se assustar e cuidar bem do seu pet.

Como sei que meu cachorro está com diarreia?

Assim como nos humanos, a diarreia nos cachorros é caracterizada pelo aumento, frequência e volume das fezes além da diminuição da consistência das mesmas.

As fezes de diarreia nos cachorros contêm não só uma maior quantia de água e eletrólitos, mas também muco, sangue, gordura ou comida não digerida, que podem potencializar os sintomas e os dias que o cachorro fica nessa condição.

E há também mais de um tipo de diarreia nos cachorros, sendo eles:

  • Diarreia causada pela alimentação: dependendo da alimentação que o cachorro tem, é normal acontecer alguns quadros de diarreia, como por exemplo, ingerir alguma comida de humano ou até mesmo uma ração de baixa qualidade pode causar algum problema estomacal no cachorro;
  • Diarreia causada por algum tipo de intoxicação: os cachorros que ficam em áreas externas ou saem muito para passear tendem a comer plantas, lixos, animais mortos, produtos de limpeza e outros, mesmo sem o tutor perceber, que acarretam uma diarreia por intoxicação;
  • Diarreia causada por estresse: os cachorros, assim como os humanos, também passam por situações de estresse que podem acabar desestabilizando o funcionamento do intestino do cachorro e acarretar diarreia;
  • Diarreia causada por parasitas intestinais: cachorros que têm infecções por vermes é muito comum, ocasionando assim em uma diarreia canina. Para evitar esse desconforto em seu cachorro é importante manter o vermífugo em dia;
  • Diarreia causada por doenças: diversas doenças quando afligem os cachorros podem causar diarreia, como viroses, infecções e tumores.

Cachorro com diarreia: o que pode ser?

Mesmo sendo uma situação desagradável, é necessário estar de olho nas fezes do seu cachorro, pois isso auxilia em um diagnóstico mais assertivo. Observe sempre a consistência ou a presença de algo incomum e anote, assim o médico veterinário poderá identificar mais facilmente o que pode ter deixado o seu cachorro com diarreia.

Além disso, indicamos observar outros hábitos do seu cachorro, como a frequência que ele faz cocô, se faz muito esforço ou demora nesse processo, pois pode indicar algum tipo de inflamação, outro sinal é caso o volume de fezes esteja maior do que o normal pode apontar que algo não está bem no intestino delgado.

O cachorro com diarreia pode sofrer algum tipo de risco?

Todos sabemos que ter uma dor de barriga é desconfortável e pode causar cólicas intestinais, abdômen rígido, gases e outras situações desagradáveis e não seria diferente nos cachorros com diarreia.

Toda essa perda pode provocar uma desidratação com perda de micronutrientes, fomentando um desequilíbrio eletrolítico, com privação de proteínas, gorduras e carboidratos que fazem o cachorro ficar fraco. Desta forma, se o cachorro ficar por muito tempo com diarreia ou até em casos mais severos, ele pode ficar desnutrido ou até mesmo ir a óbito, por isso fiquem atentos aos sinais que seu cachorro dá.

cachorro com diarreia

Cachorro com diarreia: o que fazer quando isso acontece?

Quando acontece do nosso pet ficar doente é normal bater aquela preocupação e querer melhorar o bem-estar dele, então veja algumas dicas de como agir e o que observar quando ele estiver com diarreia:

  • Preste atenção em cada detalhe do cocô:

Antes de tomar alguma atitude sobre a diarreia no seu cachorro, é preciso entender a causa. Para isso, preste atenção nas fezes, mesmo não sendo tão agradável. A consistência e a cor podem apresentar o que está acontecendo com seu pet, como por exemplo, um cocô esverdeado dá indício de consumo excessivo de grama ou até uma inflamação na vesícula biliar.

Nessas horas, até o formato e o que tem nas fezes é importante para verificar se há alguma pista do que está afetando seu bichinho, portanto examine com cuidado e anote tudo o que vê para poder tratá-lo o quanto antes.

  • Verifique se há algum outro tipo de sintoma:

Cachorro com diarreia costuma ser recorrente e nem sempre é motivo para se preocupar. Porém, se ela se estende por dias ou é associada a outros sintomas, aí é hora de se preocupar. Se junto com a diarreia tiver vômito, fraqueza, cansaço, febre, sono constante, desidratação e palidez na área da gengiva indicam que há necessidade de uma ida ao veterinário.

  • Muita água e jejum podem ajudá-lo:

Quando o cachorro está com diarreia e até mesmo nós humanos, é perdida muita água, ocasionando em uma debilitação de outras funções e causando outros problemas, por isso é fundamental mantê-lo hidratado oferecendo muita água durante o dia.

Além disso, em alguns casos, é indicado o jejum para poder limpar o organismo de forma que faça o sistema digestivo voltar a funcionar normalmente. Para isso, recomendamos parar a alimentação de 12 a 24 horas e nesse tempo oferecer somente água de forma frequente, mas essa técnica só é recomendada para cachorros saudáveis, os que tiverem a saúde debilitada ou idosos devem continuar se alimentando normalmente.

  • Prepare uma alimentação especial para seu doguinho:

Após ficar em jejum é importante que os cachorros tenham uma alimentação saudável e leve que deve ser reintroduzida aos poucos para recuperar os nutrientes perdidos e melhorar a consistência das fezes. Algumas sugestões simples que damos nesses casos:

– Batatas sem cascas cozidas sem tempero;

– Arroz branco sem tempero e sem óleo;

– Frango cozido sem pele e sem tempero;

– Água de coco.

Importante ressaltar que não existe um método específico e que cada cachorro responde de um jeito a cada tipo de alimento.

Cuidados para ter em casa e evitar cachorro com diarreia

Para evitar esse desconforto no seu pet e até para você, separamos alguns cuidados simples para seguir em casa e evitar que seu cachorro tenha uma diarreia inesperada.

  • Siga e respeite a dieta que foi descrita pelo veterinário do seu cachorro;
  • Ofereça sempre água frescas em recipientes limpos;
  • Evite cultivar plantas tóxicas ou tire-as do alcance dos seus pets;
  • Não de comidas de humanos para seu animal;
  • Evite que seu cachorro entre em contato com fezes de outros animais;
  • Tenha um acompanhamento veterinário constante;
  • Mantenha a vacinação e a vermifugação deles em dia.

Fique sempre atento aos sinais que seu pet dá e seu comportamento do dia a dia, isso é muito importante para evitar o agravamento de qualquer doença.

E lembre-se, aqui na Pets House tratamos seu cachorro com muito amor e carinho, então se surgir qualquer sintoma marque uma consulta conosco e continue acompanhando o nosso blog para ficar por dentro do universo animal!

Deixe uma resposta

Fechar Menu

Ainda não baixou o guia completo de vacinas para caês?