Cachorro mancando: conheça 6 motivos do porquê isso pode estar acontecendo

Cachorro mancando: conheça 6 motivos do porquê isso pode estar acontecendo

Seu cachorro está mancando e você não sabe o que fazer? Leia este blog e descubra as principais causas e os tipos de tratamentos! 

Viu seu animal de estimação mancando e não sabe o que pode ser? Os cães, por serem muito agitados e brincalhões, acabam exagerando e se ferindo em certas ocasiões, causando problemas na pata e até mesmo em alguns ligamentos. Pensando em responder a sua dúvida, a Pets House preparou um blog completo com tudo sobre cachorro mancando, principais causas e doenças e como curar o seu bichinho caso este seja o problema dele. 

É realmente difícil descobrir a raiz do problema quando se vê um cachorro mancando. Muitas podem ser as causas, principalmente pelo fato destes animais se mostrarem mais resistentes a dor – diferente de nós, humanos. Mas é aí que mora o perigo: apesar do pet não demonstrar tanto desconforto, o problema pode ser sério e, se caso não for tratado na hora certa, poderá ficar muito pior.

Por isso, é fundamental que ao menor sinal de algum problema com seu cachorro, você se atente aos detalhes e leve-o imediatamente a um veterinário especialista, como o Ortopedista

Por que meu cachorro está mancando? Conheça as causas mais comuns:

As razões para ter um cachorro mancando são muitas e bem comuns. Normalmente, a maioria dos casos deriva de torções, estiramentos e fraturas, sejam elas por um pulo muito forte, uma corrida desenfreada ou até mesmo uma picada de inseto. É importante notar o problema e verificar quais são as principais medidas para resolvê-lo! 

  1. Machucados na pata

Os ferimentos e machucados se enquadram como a causa mais comum para cachorro mancando. Desde cortes com objetos pontiagudos, como espinhos e ferrão de abelhas ou marimbondos, mordidas de carrapatos e outros animais, até ferimentos na calçada, ao tentar caçar um inseto, por exemplo. É preciso tomar atenção para o comprimento das unhas do pet também, uma vez que ela pode machucar as patas e até mesmo causar má postura. O médico veterinário será a melhor pessoa para te orientar quanto a isso. 

  1. Fraturas e traumas

Em casos de fraturas e traumas, é mais comum que o pet demonstre tanta dor ao ponto de não conseguir colocar a pata no chão. Este é um sinal de um sério problema. As causas podem ser: quedas, atropelamentos, rompimento do ligamento e esforço em excesso. Corra para o veterinário já, pois esses sintomas podem provocar outras doenças e piorar o estado do pet. 

  1. Doenças degenerativas

Mais comum em cães idosos, essas doenças podem surgir pelo desgaste de cartilagem e de outras partes do corpo do animal. É preciso ficar atento as principais doenças que podem acometer os cães. Confira a seguir as principais:

Displasia Coxofemoral 

É um problema bem comum, principalmente em cães de grande e médio porte, e pode ser grave, afinal, é uma doença hereditária e que apresenta sintomas quando a doença já está avançada. Um dos principais deles é a dor, como a claudição, que ocorre quando o fluxo de sangue não é suficiente. 

Se existe a dor, provavelmente um dos sinais que o pet apresenta é o andar manco. A displasia coxofemoral pode ocorrer pela ingestão de alimentos pouco nutritivos, altos níveis de esforço e até mesmo posições erradas. Como já citado, é um problema congênito, e por isso a importância da castração: para evitar que novos animais com esta disfunção possam nascer.

Leia nosso blog sobre castração clicando aqui

As raças mais afetadas por esta doença são:

  • Fila Brasileiro;
  • Golden Retriever;
  • Pastor Alemão;
  • Rottweiler;
  • Labrador Retriever.

A displasia coxofemoral pode ser classificada, ainda, em cinco níveis: grau I ao V, sendo o último responsável por apresentar deformações visíveis e muita dor. Para tratá-la, é ideal consultar o veterinário assim que os sinais forem apresentados. Ele irá identificar o grau da doença e propor o melhor tratamento possível.

Ruptura de ligamento

Como o rompimento causa grande dor, diferente da displasia coxofemoral, esta doença é percebida na hora. O animal deixa de apoiar a pata no chão quando a dor se manifesta, e esse sintoma pode indicar o rompimento de um ligamento. 

A ruptura de ligamento pode ocorrer por um movimento muito brusco, como um pulo, ou algum esforço muito grande que provoque esta ação. Caso o ligamento seja rompido e não tratado, ele pode ocasionar em atrofia muscular, impossibilitando o animal de se mexer normalmente.

Esta doença pode ser identificada através do raio-x ou ressonância magnética, além das técnicas de avaliação do médico veterinário. A condição deve ser tratada com urgência e o pet deve ser levado imediatamente ao ortopedista em um centro veterinário. Provavelmente, será realizada uma cirurgia para recuperar o ligamento do animal. 

Luxação da patela 

Também é provocada pelo “meio congênito”, ou seja, através de uma herança genética. Ela pode acontecer também em caso de acidentes: atropelamentos, quedas, escorregões. Este problema costuma afetar mais animais pequenos, como por exemplo:

  • Yorkshire;
  • Chihuahua;
  • Spitz Alemão;
  • Poodle;
  • Shih Tzu;
  • Pug.

A luxação da patela também provoca o sintoma de “falta de confiança” do animal para colocar a pata no chão, visto que a dor se sobrepõe e que esta parte do corpo é deslocada, provocando intenso incômodo. Esta doença também possui 4 níveis, sendo que no grau IV, a patela sofre um deslocamento gravíssimo, necessitando da cirurgia para correção.

Nestes casos, após o tratamento adequado com o veterinário, é fundamental manter um bom período de recuperação. Desta forma, o profissional irá orientar o tutor sobre. 

É importante ressaltar, ainda, que existem outras doenças que podem explicar o cachorro mancando sem dor aparente. Tumores ósseos, displasia de cotovelo, síndrome de cauda equina, artrite, fratura de dígitos, enfim, podem ser muitas as causas. E então, o que fazer ao ver o seu cachorro mancando?

Cachorro mancando: o que fazer? 

Existem medidas que você pode e não pode fazer ao ver o seu cachorro mancando. Nunca opte por oferecer anti-inflamatórios ou qualquer outro tipo de medicamento. As causas podem ser diversas e uma medicação pode prejudicar completamente o sistema do animal.

A atitude mais correta e indispensável, é claro, é levar o pet imediatamente ao centro veterinário. O médico será responsável por analisar o quadro do animal, solicitar os exames necessários, diagnosticar o problema e assim, oferecer o melhor tratamento possível. 

Tratamento para cachorro mancando e as principais doenças 

Se você ficou curioso (a) em relação ao tratamento para as principais doenças que causam o cachorro mancando, confira eles abaixo: 

Tratamento para displasia coxofemoral 

  • Analgésicos;
  • Fisioterapia;
  • Acupuntura;
  • Em casos mais graves, cirurgia.

Tratamento para ruptura de ligamento 

  • Sutura intra-articular ou extra-articular;
  • TTA e TPLO.

Neste caso, é necessária uma pequena cirurgia para recompor o ligamento do animal. E é claro, o repouso é fundamental para uma boa recuperação. 

Tratamento para luxação da patela

Como já citado anteriormente, a luxação da patela é uma ocorrência que necessita de cirurgia. Este procedimento consiste na reconstrução do sulco troclear e também dos ligamentos. 

É importante destacar que outros tipos de exercícios, medicamentos e procedimentos podem ser adequados para o tratamento em doenças como artrite. São eles:  

  • Exercício físico moderado;
  • Massagens diárias e suaves;
  • Ajuste do pote de água e comida em locais mais altos, para que o pet não precise abaixar muito e apoiar a pata no chão;
  • Manter o pet ou passear com ele em locais com terra ou em superfícies macias;
  • Dieta em casos de sobrepeso;
  • Locais bem aquecidos para repouso. O frio aumenta a dor do animal.

E é claro, seguir todas as recomendações prescritas pelo médico veterinário. Ele é o maior responsável pelo cuidado com o animal, desde o diagnóstico até a recuperação! 

Ver o cachorro mancando pode ser uma realidade comum para muitas pessoas. Mas, apesar de parecer que está tudo bem, é muito importante verificar os sintomas apresentados pelo animal e levá-lo a um centro veterinário especialista neste tipo de doença. O Ortopedista é o profissional mais indicado para avaliar as principais possibilidades. 

A Pets House Centro Veterinário conta com uma equipe treinada e experiente na especialidade da Ortopedia, responsável por identificar qual tipo de doença ou problema seu cachorro pode estar enfrentando e propor as melhores soluções, além de outros serviços feitos com amor, como banho e tosa, táxi dog e as disposições gerais do nosso petshop!

Ficou interessado (a) em conhecer melhor a nossa clínica e realizar o tratamento adequado para esta ou outras doenças? Agende uma consulta conosco ou visite nossa loja! Para saber mais informações, acesse www.petshousecentroveterinario.com.br e confira! 

Fontes:
Perito Animal

Fisiocarepet

Cachorro gato

Deixe uma resposta

Fechar Menu

Ainda não baixou o guia completo de vacinas para caês?