Gato com olho vermelho: O que pode ser e como tratar?

Gato com olho vermelho: O que pode ser e como tratar?

Pode parecer que não, mas os gatos podem sim sofrer com os problemas oculares e o gato com olho vermelho é um desses casos. No artigo de hoje vamos te explicar melhor sobre essa complicação e qual pode ser a causa dela. E claro, quais são os tratamentos!

Geralmente, a conjuntivite é a principal causa de gato com olho vermelho. Esse problema pode ser causado por diversos motivos.

Nos gatos a conjuntivite pode ser a causa de duas coisas: problema ocular ou o sintoma de alguma doença sistêmica – mal que atinge todo o corpo de uma só vez. Ambas estão relacionadas a vírus e bactérias, principalmente o Herpesvírus felino e a bactéria Chlamydia Psittaci. Outros fatores, como clima seco e produtos químicos, também podem desencadear a conjuntivite. 

Os sintomas mais comuns são:

  • Olhos vermelhos;
  • Secreção ocular em excesso;
  • Secreção ocular amarelada ou em tons mais escuros;
  • Demonstração de dor ao abrir o olho;
  • Espirros;
  • Apatia;
  • Febre,
  • Excesso de piscadas. 

Para identificar a causa corretamente o médico veterinário vai precisar fazer testes e exames clínicos mais detalhados e só assim, depois de confirmada a causa, poderá recomendar o melhor tratamento que geralmente é feito com antibióticos e colírios próprios para o uso dos felinos. 

Outras causas para gato com olho vermelho

Embora a conjuntivite seja a causa mais comum para o problema de gato com olho vermelho, existem outros motivos que podem fazer com que isso aconteça.

Assim como os seres humanos, os gatos estão suscetíveis a sofrerem com problemas oculares. Muitas vezes esses problemas são identificados facilmente e na grande maioria das vezes, possuem tratamentos. 

Das doenças e problemas mais comuns que deixam o gato com olho vermelho, podemos citar:

  • Uveíte: uma inflamação que atinge a parte inferior dos olhos dos gatos. Quando atinge o felino de forma direta, é chamada de uveíte primária e quando é causada por outras doenças chamamos de uveíte secundária. Os principais sintomas são: olhos vermelhos e lacrimejantes, secreções e mudança de cor dos olhos. Esse é um dos problemas que se não tratado logo no início pode causar a perda total da visão felina. O seu tratamento é feito a base de remédios corticoides e anti-inflamatórios. 
  • Terçol: mais uma infecção comum nos humanos. Causado por um infecção bacteriana que atinge as pálpebras, o terçol deixa o felino com os olhos inchados e avermelhados. A dor e o incômodo também acompanham essa infecção. Felizmente, esse problema desaparece sozinho, mas ainda assim é necessário a consulta veterinária, porque a infecção pode evoluir e se espalhar. 
  • Alergia: muito comum nos felinos, as alergias podem ter diversas causas. Nos gatos, o mais comum é que essa alergia seja decorrente do contato com produtos químicos, picadas de insetos e até mesmo por conta da ração. Os sintomas são bem perceptíveis e entre eles estão: coceira, queda intensa dos pelos, descamação e vermelhidão, tanto na pele quanto em partes do corpo. O tratamento é feito de acordo com a causa, geralmente utilizando medicamentos que combatem o agente que desencadeia a alergia. 
  • Catarata: doença comum nos humanos, a catarata também afeta os gatos. Ela é reconhecida por conta de uma mancha que aparece nos olhos dos felinos, principalmente nos de idade avançada. Na maioria dos casos, está ligada a outra doença: diabetes, que também pode atingir os animais. Além da mancha nos olhos, a catarata pode ter sintomas como: mudanças na cor dos olhos e pupilas, problemas ao caminhar e tropeços. O tratamento vai levar em conta o grau de avanço da doença, em determinados casos é necessário a realização de cirurgias e em outros, o tratamento é feito à base de remédios.
  • Glaucoma: uma das principais doenças que atinge os felinos. Pode ter várias origens, incluindo outras doenças. Como não existe cura, o diagnóstico e tratamento precoce é fundamental, quanto mais avançado o estágio da doença maiores são as chances do gato perder a visão total. Os sintomas mais comuns no caso de glaucoma são: náusea, mudança na cor da córnea, mudanças de comportamento, vermelhidão nos olhos e perda do apetite. O tratamento é feito com medicamentos anti-inflamatórios e colírios. 

Em todos os casos, os problemas oculares deixam o felino bem incomodado, por isso, a consulta com um médico veterinário é obrigatória! Só ele pode indicar o melhor e mais rápido tratamento, para que o gatinho volte a sua vida normal.

Como prevenir doenças oculares?

Nem sempre conseguimos prever tudo o que pode acontecer, certo? Mas sempre podemos tomar medidas que previnam determinados problemas e com as doenças oculares também é assim. 

Uma das principais formas de prevenção é a vacinação, nesse caso a vacina V3. Ela é o imunizante responsável por proteger os gatos da calicivirose felina e do herpesvírus.

As consultas regulares com médicos veterinários são muito importantes também e é por conta delas que grandes problemas de saúde animal são evitados. Quando necessário é recomendado a consulta com especialistas. 

Outra maneira muito eficiente de proteção é evitar o contato do seu animal com outros que estejam contaminados, isso porque grande parte das doenças oculares são de fácil transmissão.    

A higiene dos olhos também é fundamental para prevenir esses problemas. No caso dos gatos é necessário realizar essa limpeza de maneira regular com soro fisiológico e gaze, ou se preferir, pode usar o algodão. 

Mantenha os ambientes bem limpos, assim você previne não só as doenças oftalmológicas como outras que podem ser causadas por conta da falta de limpeza, principalmente em ambientes com mais de um gato. 

Fique sempre atento aos sinais dos gatos. Por serem animais mais independentes, às vezes fica difícil notar mudanças em seus comportamentos. Quando estão passando por algum problema de saúde, eles tendem a mudar sua forma de agir, podendo ficar mais isolados e em alguns casos mais agressivos. 

Nunca tente medicar o seu animal de estimação em casa, isso pode agravar o quadro dele e dificultar o tratamento. O recomendado é sempre buscar ajuda especializada em uma clínica veterinária. 

Clamidiose Felina: o que é?

Causada pela bactéria Clamidia psittaci,  essa é uma doença infecciosa que afeta os olhos dos animais e pode ser contagiosa aos humanos e até mesmo em outros animais. Ela é a grande responsável por causar rinite e conjuntivite nos gatos. 

Geralmente, essa doença atinge um dos olhos primeiro e logo em seguida passa para o outro, sem contar que ela atinge gatos de todas as idades, principalmente os que andam em grandes grupos. 

Os sinais dessa infecção podem ser: 

  • Olhos vermelhos;
  • Excesso de pus e secreção;
  • Sensibilidade a luz;
  • Corrimento no nariz;
  • Irritação,
  • Entre outros. 

Por ser uma doença especificamente ocular, para que o tratamento seja mais eficaz é necessário a consulta com um veterinário com especialização em oftalmologia – aqui na Pets House você encontra um! – só ele vai indicar o melhor procedimento para que o seu felino se recupere.

Chegamos ao final do artigo de hoje, mas não se preocupe! Caso você ainda tenha dúvidas sobre gato com olho vermelho, entre em contato com a equipe Pets House

Possuímos um Centro Veterinário com atendimento emergencial e internação 24 horas. Com médicos especialistas e prontos para ajudar o seu amiguinho, em qualquer situação!

Se quiser ler mais artigos como esse acesse o nosso blog. Por lá você vai encontrar vários assuntos semelhantes!

Deixe uma resposta

Fechar Menu

Ainda não baixou o guia completo de vacinas para caês?