Pulga de gato: 7 sinais de que seu gato pode estar com esse problema

Pulga de gato: 7 sinais de que seu gato pode estar com esse problema

Seu gato está se coçando com frequência? Ele pode estar com pulga! Neste blog, conheça 5 tipos de tratamento para a pulga de gato.

Coceira, indisposição e incômodo são três dos sintomas mais comuns das pulgas de gato. Você sabia que esta é uma praga das que mais atinge os animais de estimação? Há quem diga que na vida, todo animal irá passar por esse desconforto. A boa notícia é que as pulgas são consideradas simples de serem tratadas, e mais importante: prevenidas!

As pulgas, se não tratadas, podem causar problemas dermatológicos nos animais, além de se infiltrarem em tapetes, sofás, cobertas e toalhas e escolherem um novo hospedeiro, que pode ser você! Se chegarem até o ser humano, podem transmitir doenças perigosíssimas.

Para manter seu gatinho e sua casa longe desse problema, a Pets House preparou um conteúdo completo respondendo as principais dúvidas sobre pulga de gato. Aproveite a leitura!

Quais os sinais que indicam pulga de gato?

Gatos de apartamentos, por exemplo, possuem menos chance de se infectarem com as pulgas, afinal, é um ambiente com pouca presença externa, de contato com outros animais. Porém, ainda é possível que eles sejam atacados por esses parasitas, assim como a incidência de casos de pulga é maior em animais que vivem em regiões mais abertas e com outros pets.

Sabendo disso, é importante entender como identificar os sinais, até porque, as pulgas mostram muitos outros “sintomas” além da coceira. Confira os 7 principais sinais da pulga de gato:

Coceira em excesso

A coceira acontece porque a saliva das picadas das pulgas coça – e muito a pele dos animais. Na tentativa de provocar o alívio, eles acabam se coçando repetidamente.

Presença de pulgas andando

Outro sinal comum da pulga de gato é a sua presença visível, caminhando sobre o corpo do felino. Normalmente, as regiões que as pulgas mais gostam de se alojar são o pescoço, costas, pernas e caudas.

Perda de pelo

Este sinal acontece pelo mesmo motivo citado no tópico anterior. Os gatos tentam lamber a pele com a ferida e acabam perdendo pelos.

Agitação e nervosismo

Quem não se estressa com um problema que incomoda? Gatos com pulga podem demonstrar atitudes mais agressivas, como rosnar, arranhar e rolar de um lado para o outro, em uma atitude de se livrar das pulgas.

Feridas vermelhas na pele

Animais mais sensíveis podem apresentar manchas vermelhas na pele. A saliva da pulga pode provocar esse e outros problemas dermatológicos.

Perda de peso, apatia e anemia

Sim, os gatos podem desenvolver doenças como a anemia, devido a grande quantidade de pulgas que infestam seu corpo. Este problema costuma acontecer em filhotes ou idosos, devido a baixa contagem de glóbulos vermelhos.

Presença de fezes da pulga

Em gatos com pelagem mais clara, é possível identificar pequenos pontos escuros ao longo do corpo. Esses pontos são as fezes das pulgas, que carregam em seu interior o sangue do gato.

Será que o meu gato está com pulga? Como confirmar as suspeitas

Apesar dos sinais claros que indicam a presença de pulga de gato, é importante confirmar as suspeitas para comprovar que esta seja a raiz do problema. Até porque, em alguns casos, as pulgas podem não manifestar sinais. Isso não significa que elas não estejam ali. Assim como a coceira e outros sinais podem representar outros tipos de doenças, que podem ser até mais graves.

Além disso, as pulgas possuem 4 fases: ovos, larvas, pupa e adulto, e todas essas fases podem estar presentes no seu animal ou em espaços da sua casa.

A melhor forma de confirmar as suspeitas de pulga de gato é escovar o pet com pente fino. O pente tem a função de detectar as pulgas ou a sujeira delas, e assim, é possível dar início ao tratamento adequado.

Como tratar pulga de gato?

O tratamento é bem simples, mas deve ser orientado, de preferência, por um médico veterinário. Se o seu gato estiver com pulga, você precisará realizar limpeza no ambiente externo. Não é o ideal medicar o gato e manter o ambiente sujo, visto que as pulgas podem continuar lá e contaminar o pet novamente.

Existem algumas opções que podem ser aplicadas individualmente ou em conjunto. Isso deve ser analisado de acordo com o grau de infestação do ambiente e claro, do gato.

  • Comprimidos: estes medicamentos possuem ação de 30 dias, e são a opção mais recomendada. Apenas tome cuidado se o seu gatinho reagir a medicação. Em casos de náuseas e vômitos, traga ele para a Pets House!
  • Pipetas com medicamento: duram aproximadamente 15 a 20 dias, não possuem eficácia após o banho. Podem ser utilizadas como um tratamento complementar;
  • Xampu antipulgas: pode ser uma opção de alívio, afinal, repele os parasitas. O ideal é que seja aplicado em conjunto com um comprimido de ação rápida, que provoca infertilidade nos ovos;
  • Higienização dos ambientes: como já citado, os ambientes devem ser limpados com o objetivo de exterminar as pulgas. Higienize sua cama ou casinha, cobertores, tapetes, brinquedos, caixas de areia, arranhadores e demais objetos que estiveram em contato com as pulgas;
  • Limpeza do pelo do gato: escove os pelos do gato e aplique o anti-pulgas tanto no gato contaminado quanto em outros animais da casa. É fundamental que o gato seja submetido a uma rotina de limpeza, para eliminar de vez qualquer resquício das pulgas.

A pulga de gato é um problema que pode afetar e muito a vida dos bichanos. Além de causar coceira e incômodo, ela pode transmitir doenças perigosas aos animais e humanos, tornando-se uma situação difícil e desgastante. Por isso, é muito importante que você sempre esteja atento(a) aos sinais que o seu gato demonstra, realizando checkups mensais.

Está precisando de ajuda para tratar a pulga de gato? Conte com a ajuda da Pets House! Nosso centro veterinário conta com dermatologistas e especialistas que irão ajudar seu amigo de 4 patas a se livrar dessa e de outros problemas.

Para agendar sua consulta, acesse: https://petshousecentroveterinario.com.br/agende-seu-horario/

Fontes:

  1. VetPlus

2. Pet Care

3. Portal Melhores Amigos

Deixe uma resposta

Fechar Menu

Ainda não baixou o guia completo de vacinas para caês?